Local de demonstração do projeto aWARE

As ações de demonstração do projeto aWARE, incluindo a operação e otimização do protótipo MBR-PAC-NF terão lugar nas instalações da Estação de Tratamento de Águas Residuais e Estação de Recuperação de Água de Baix Llobregat. Isto permitirá comparar o sistema de tratamento inovador proposto com a solução existente em termos de qualidade da água e custos de tratamento, assim como no que respeita aos impactos ambientais e benefícios inerentes.

A ETAR de Baix Llobregat, com capacidade de 3,25 m³/s, consiste num sistema convencional de tratamento que integra um processo de clarificação primária e um tratamento biológico com lamas ativadas para remoção de carbono orgânico e nutrientes (N & P) seguido de uma clarificação secundária.



demonstrative actions

 

A Estação de Recuperação de Água (ERA) visa produzir água para as diferentes utilizações consideradas no âmbito do sistema de reutilização de Barcelona. A ERA de Baix Llobregat, dimensionada para um caudal médio de 12.600 m³ /h e máximo de 14.400 m³/h, consiste dos processos seguintes (Figura 2):

  1. Duas bacias de equalização e um total de 4+1 estações elevatórias com um fluxo unitário de 3.150 m³/h.
  2. Três unidades de sedimentação, cada uma com um tanque de coagulação com injeção de carvão ativado em pó (PAC) com 90 m³, um tanque de areia e injeção de polieletrólitos aniónicos com 90 m³, um tanque de maturação com 198 m³ e uma bacia de clarificação com uma área superficial de 42 m².
  3. Dez discos rotativos de microfiltração com malha de 10 μm.
  4. Quatro canais de desinfeção com luz ultravioleta (UV)com um total de 216 lâmpadas por canal, ordenadas em duas fileiras por canal.
  5. Uma desinfeção final com hipoclorito de sódio e saturador de oxigénio.



saturator

 

saturator2

 

A água tratada por este processo tem a “qualidade básica” que permite a sua reutilização em inúmeras aplicações, incluindo a manutenção de caudais ecológicos e zonas húmidas, assim como para reutilização de água para fins municipais e industriais. No entanto, existem outras aplicações que requerem maior intervenção e que implicam a implementação de tratamentos satélite de forma a satisfazer os pedidos de irrigação e de recarga direta de aquífero que atuam como barreira à intrusão salina.

 

Irrigação agrícola

A Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) construída em 2009 permite a desmineralização da água do processo básico de recuperação, com diminuição da condutividade elétrica de 2000-3000 para 800 μS/cm. A água desmineralizada é então misturada com uma quantidade adequada de água do processo básico de recuperação, após passar através de filtros de areia fechados e filtros de cartucho de 5 mícron, de forma a obter água recuperada adequada a irrigação agrícola e com uma condutividade similar à do rio Llobregat, que é a fonte de abastecimento convencional dos agricultores locais.

 

Barreira de intrusão salina

A estação básica  de recuperação de água também fornece água à unidade de recuperação avançada, destinada à barreira de intrusão salina no aquífero do delta do Llobregat. Esta unidade permite a injeção de água recuperada através de 15 poços, formando uma barreira entre o Mediterrâneo e o aquífero. A capacidade de injeção da água recuperada na unidade é de 15.000 m³/d, fornecidos a partir das etapas de UF e OI seguidos de desinfeção com luz ultravioleta. A água injetada no aquífero é uma mistura 50/50 de água tratada por OI e tratada por  UF.



ultrafiltration stage

 

ultrafiltration stage2