Escassez hídrica

 

A escassez de água doce tornou-se uma grande preocupação a nível mundial. Entre dois e sete mil milhões de pessoas em todo o planeta enfrentarão escassez de água até 2050. As razões desta escassez prendem-se com a crescente procura associada ao aumento populacional contínuo e aos novos padrões de consumo, ao desenvolvimento industrial, à dependência de recursos de fornecimento únicos, à diminuição e contaminação de águas subterrâneas, bem como às alterações climáticas e hidrológicas. Este cenário poderá comprometer potencialmente o desenvolvimento social e industrial da UE, bem como o estado dos recursos hídricos em termos de quantidade e qualidade.



Water Scarcity



A necessidade de ultrapassar a escassez de água doce levou muitos países a implementar a reutilização de água como uma alternativa viável para fornecimento de  água de alta qualidade proveniente de efluentes tratados em estações de tratamento de águas residuais , de forma a colmatar a limitação dos recursos naturais. Contudo, a falta de experiência em termos de reutilização, que ainda subsiste, faz com que a sua implementação permaneça aquém das necessidades. Para poder aumentar a quantidade de água reutilizada a nível da UE, há que resolver alguns problemas inerentes:

  1. Os sistemas de tratamento para recuperação e reutilização de água devem apresentar impactos ambientais e custos associados mais baixos relativamente às soluções convencionais, de forma a permitir uma implementação ampla.
  2. A fiabilidade e segurança das práticas de reutilização deverão ser demonstradas no sentido de conquistar a aceitação por parte da opinião pública e dos potenciais utilizadores de água (industriais, municipais e agrícolas).